08/11/2012 - Segurança dos colaboradores é foco de comissão da FAC

   Constatar e solucionar problemas que possam interferir na segurança dos quase 2 mil colaboradores da Fundação Amaral Carvalho: esse é o principal objetivo da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da instituição.
   Além de realizar inspeções nos diversos setores da FAC, os membros da Cipa recebem sugestões, ouvem as reivindicações dos demais colaboradores e promovem melhorias que estão ao seu alcance. “Na maioria das vezes, medidas simples como a disseminação de informações, podem evitar que ocorram acidentes de trabalho”, conta Guilherme Panelli, presidente da Comissão.
   Dentre as funções da Cipa, está o incentivo à participação dos trabalhadores nas campanhas internas de prevenção de acidentes e adoção de uma conduta segura no ambiente de trabalho.

Mascote
   Para reforçar o papel e a importância da Cipa na instituição, a equipe criou um mascote: um suricate que, após votação entre os colaboradores, ganhou o nome de Prevenido. A escolha do animal tem tudo a ver com foco da Comissão, que é segurança. Uma característica marcante dos suricates é a proteção: em seu grupo, eles se revezam para cuidar e manter os menores, protegidos.
   Guilherme afirma que, quando um colaborador olhar para o Prevenido, deve se lembrar das medidas de prevenção dos acidentes de trabalho e de como uma conduta segura é positiva para o próprio funcionário, para seus colegas de trabalho e para a instituição.
 

Autor: Ariane Urbanetto