22/2/2015 - 3,5 milhões de doadores

A doação de medula óssea, diferentemente da de sangue, necessita de alguns requisitos especiais. Além de ter entre 18 e 55 anos e estar em bom estado de saúde, é imprescindível que o candidato faça a tipagem do Sistema Antígeno Leucocitário Humano (HLA) para documentação no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). O banco lista todos os 3,5 milhões possíveis doadores do Brasil.
O Instituto Nacional do Câncer (Inca) informa em sua página que o Redome reúne informações como nomes, endereços, resultados de exames e características genéticas de pessoas que se voluntariam a doar medula para pacientes que precisam do transplante. Se houver compatibilidade, o doador é convocado para efetivar o procedimento, contudo, o cadastro não é garantia ou obrigatoriedade de doação.
Com a miscigenação encontrada no País, as chances de um paciente encontrar um doador dentro do banco são menores. “Por isso, nós temos que ter um banco grande, diverso e com possíveis doadores de vários pontos do Brasil. Atualmente, nós temos o terceiro maior registro do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos e Alemanha”, diz o hematologista do Hospital Israelita Albert Einstein Fábio Kerbauy. Para ser uma das fontes do Redome, é necessário comparecer ao hemocentro mais próximo. Em Jaú, o Hemonúcleo Regional está localizado na Rua Dona Silvéria, 150, anexo ao Hospital Amaral Carvalho (HAC). (DA REDAÇÃO)

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Fonte: Jornal Comércio do Jahu

URL: http://migre.me/oKAco