27/11/2014 - Voluntária do Hospital Amaral Carvalho recebe moção de congratulações

   Há mais de 10 anos, ela dedica seu tempo a ajudar ao próximo. Funcionária pública aposentada, Sylvia Maria Marolla Guedim é integrante do grupo de voluntários Remédicos do Riso, do Hospital Amaral Carvalho (HAC) e presidente da entidade de amparo Pró Meninas.
   Em reconhecimento ao importante papel que desenvolve, a voluntária recebeu, no último dia 24, moção de congratulações da Câmara Municipal de Jaú. Conforme trecho da moção, a intenção da homenagem é reconhecer o valor da cidadã “pela lição de vida que ela nos proporciona no voluntariado gracioso a duas entidades de enorme importância para nossa cidade”.
   Emocionada com a condecoração, Sylvia, que nos corredores do HAC é a dra. Dapavirada, afirma estar honrada. “Fiquei feliz com a iniciativa  do vereador Roberto Carlos Vanucci, pois é muito importante ver meu trabalho reconhecido. Sei que não vou mudar o mundo, mas mudo o mundo das pessoas para as quais me dedico como voluntária: dois trabalhos diferentes, mas feitos com muito amor e em benefício do próximo”, relata.
   Para ela, ser voluntária é uma forma de dar um pouco de si sem pensar em si. “É poder, através de um sorriso e com a cara pintada fazer o outro esquecer um pouco do momento ruim pelo qual está passando, no caso do HAC, e no Pró Meninas, é levar para as meninas um pouco de amor, de carinho e de atenção que elas tanto necessitam”.
   Parafraseando Madre Tereza de Calcutá, a quem considera um exemplo de mulher, Sylvia incentiva as pessoas a desenvolverem trabalhos voluntários. “As mãos que ajudam, são mais sagradas do que os lábios que oram, por isso, vamos ajudar ao próximo, ser voluntários. Tem bastante trabalho para ser feito!”.
 

Sylvia Maria Marolla Guedim, a Dra. Dapavirada

Autor: Ariane Urbanetto / Foto: Ana Carolina Candelaria