22/09/2014 - Cuidados Paliativos do HAC completa seis anos

   A unidade de Cuidados Paliativos, do Hospital Amaral Carvalho (HAC) completa seis anos nesta segunda-feira (22). O objetivo da criação foi oferecer uma melhor qualidade de vida aos pacientes com diagnóstico de câncer incurável ou com sintomas que tenham impacto em sua autonomia.
   De acordo com a coordenadora médica dos Cuidados Paliativos, Ana Lucia Coradazzi, a unidade passou por um processo de maturidade. “Hoje nos sentimos preparados para lidar com situações de grande complexidade. Além disso, a implantação do serviço trouxe uma mudança na visão que os profissionais da saúde têm desses pacientes, procurando nossa ajuda bem antes da fase terminal da doença”, explica.
   O serviço conta com uma equipe multiprofissional composta por uma médica, enfermeiros, técnicos em enfermagem, assistente social, psicóloga, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e nutricionista. Além disso, possui apoio das equipes cirúrgicas, radioterapia e oncologia clínica, conforme as necessidades.
   Ana Lucia afirma que a abordagem dos pacientes e familiares é obrigatoriamente multiprofissional, pois grande parte dos sintomas tem um componente emocional e social significativo. “Sem o serviço oferecido pela psicóloga e a assistente social, por exemplo, os resultados obtidos não seriam bem sucedidos”, ressalta.
   “O grande diferencial da unidade de Cuidados Paliativos é o foco na pessoa e não somente na doença. As necessidades e expectativas individuais são mais importantes do que protocolos de condutas e tratamentos. Essa é a nossa maneira de salvar vidas, ajudando cada um a encontrar o sentido de sua própria existência”, finaliza.
 

A equipe multiprofissional do Cuidados Paliativos do HAC reunida

Autor: Bruno Furlanetti / Foto: Divulgação