27/07/2020 - Cinco dicas para prevenir o Câncer de Cabeça e Pescoço

No dia 27 de julho é celebrado o Dia Mundial de Prevenção ao Câncer de Cabeça e Pescoço. A data faz parte do calendário da campanha Julho Verde, que destaca os principais sintomas e sinais desses tumores, considerados quinto mais incidente no Brasil, e alerta a população para conscientização e diagnóstico precoce.
Além de ficar atento aos sintomas, como feridas, úlceras ou nodulações na boca, rouquidão, dor de garganta, dificuldade para engolir, que não melhoram após 15 dias, nódulos no pescoço ou tireoide, alguns cuidados são importantes para prevenção dos tumores. Confira cinco dicas dos especialistas do Hospital Amaral Carvalho (HAC) para prevenir o câncer de cabeça e pescoço.

1 - Hábitos saudáveis
Não ingerir bebidas alcoólicas e não fumar são considerados os pontos mais importantes para prevenção do câncer de orofaringe e muitos outros tipos. “Quando associados esses fatores, o risco é multiplicado. Deve ser observado que, quanto maior o consumo dessas substâncias, maior o risco”, destaca a otorrinolaringologista do HAC, Martina Iavarone.
Além disso, é necessário manter-se ativo. “Estudos sugerem que 30 minutos por dia sejam o suficiente”, completa a especialista.

2 - Higiene oral
De acordo com o cirurgião-dentista do HAC, Giovane Furlanetto, a higiene oral é de extrema importância para prevenção desse tipo de câncer. “A má higiene, quando associada a outros fatores como tabagismo e/ou elitismo, pode potencializar a chance de desenvolver a doença.”
Pessoas que usam próteses removíveis ou fixadas por implantes devem fazer acompanhamento anual com cirurgião-dentista para manutenção da prótese e limpeza. “O ideal é que a prótese seja trocada a cada cinco anos para evitar que próteses mal adaptadas possam vir a originar lesões na boca”, explica.

3 - Alimentação saudável
Quanto à alimentação, a médica destaca a importância de manter uma dieta equilibrada, rica em alimentos saudáveis. “A prevenção está muito ligada ao que ingerimos. Aumentar o consumo de frutas, legumes e cereais e reduzir carnes vermelhas e processados são importantes maneiras de prevenir o câncer.” Além disso, a médica aponta que é necessário manter o peso corporal adequado.
 
4 - Proteção solar
O câncer de pele não melanoma é o mais incidente entre os brasileiros, registrando cerca de 30% de todos os tipos da doença diagnosticados no País. O câncer de pele também faz parte do grupo classificado como “Cabeça e Pescoço”, por isso, é indispensável o uso do protetor solar. Além disso, é recomendado o uso de chapéu, óculos escuros com fator de proteção UVA e UVB e evitar a exposição excessiva ao Sol.

5 - Vacinação contra HPV
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 30% a 40% dos jovens até 40 anos que não bebem e não fumam e que apresentam câncer nessas regiões possuem o vírus do HPV.
Além do câncer de cabeça e pescoço, a vacina pode ser uma forma eficiente de prevenir tumores no colo do útero, vulva e pênis. O HPV pode ser transmitido em relações sexuais orais desprotegidas ou contato com mucosas e saliva.
A vacina está disponível gratuitamente na rede de saúde para meninos de 11 a 14 e meninas de 9 a 14 anos. Além disso, é importante realizar exame de Papanicolau – nas mulheres- para rastreamento.

Apesar da prevenção, a otorrinolaringologista ressalta que o paciente, ao notar algum sintoma, deve procurar um especialista para avaliação. “Com diagnóstico feito precocemente, o prognóstico será mais favorável”, conclui.

Autor: Estela Capra