05/11/2019 - HAC alerta para importância da prevenção do câncer de boca

A Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal tem como objetivo chamar a atenção sobre a doença e estimular ações de prevenção e debates sobre políticas públicas de atendimento.
“A ação é importante para conscientizar a população sobre os sintomas e sinais do câncer de boca e para orientar a buscar por profissionais especialistas caso perceba alguma alteração”, comenta o cirurgião dentista do Hospital Amaral Carvalho, Giovane Furlanetto.
De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é mais comum entre homens e 70% dos casos são diagnosticados em pessoas com mais de 40 anos. Segundo o cirurgião, a estimativa é de que 14 mil novos casos sejam contabilizados neste ano. O tumor é caracterizado por ferimentos na boca, que podem afetar a mucosa, a língua e os lábios e o principal sintoma é a não cicatrização.
O Hospital Amaral Carvalho mantém o Programa de Prevenção do Câncer de Boca durante todo o ano. O atendimento é para Jaú e região por encaminhamento do posto de saúde, feito pelo dentista após diagnóstico ou forte suspeita de câncer de boca no paciente.
Furlanetto avalia que é necessário ficar atento às alterações na boca e explica que o autoexame (veja imagem) pode auxiliar na identificação de lesões, feridas, caroços ou inchaço nas bochechas. Além disso, dores persistentes e mau hálito constante também são sinais que merecem atenção. “O autoexame não substitui o exame clínico. É importante visitar o médico ou dentista de confiança com frequência, pelo menos uma vez ao ano”, ressalta.

Fatores de risco

Hábitos como ingerir bebidas alcoólicas e fazer uso de cigarros e outros fumos ou a associação destas práticas são os principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Além disso, a má higiene da boca e má alimentação também são apontadas como causas do câncer.
Furlanetto ressalta que o número de casos de mulheres e jovens diagnosticados com a doença apresentou crescimento nos últimos anos por conta do Papiloma Vírus (HPV). “O tipo número dezesseis do HPV é muito associado ao câncer de boca.”
O principal meio de transmissão do vírus é pela via sexual. “Por isso, a importância de tomar a vacina e usar preservativo, até mesmo para o sexo oral”, comenta. O cirurgião orienta ainda que a prevenção, assim como para outros tipos de câncer, é manter alimentação saudável, bons hábitos, praticar atividades físicas e se proteger do sol com protetor solar e chapéu. A doença, se diagnosticada logo no início, pode ser tratada com cirurgia e tem altas chances de cura. 

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Autor: Estela Capra