Faça sua Doação Faça sua doação para o Amaral Carvalho, o Hospital do Câncer que trabalha com ética e transparência na luta pela vida.

10/01/2019 - Ano novo, hábitos novos: boa alimentação previne doenças e garante qualidade de vida

   Após as recentes comemorações, muita gente começou o ano com aquela sensação de ter extrapolado na alimentação, não é mesmo? Sem contar que a época mais quente e o clima de férias não ajudam muito na escolha de opções saudáveis na dieta. A nutricionista do Hospital Amaral Carvalho (HAC) Ana Elisa de Paula Brandão afirma que o início do ano é uma boa oportunidade para melhorar hábitos e o planejamento e foco são muito importantes.
   O primeiro passo é estar disposto às mudanças. A começar pela lista do supermercado, é imprescindível priorizar os alimentos mais naturais possíveis e evitar comidas rápidas industrializadas, que são pobres em valor nutricional. “A alimentação saudável e equilibrada é fundamental para a prevenção de doenças e proporciona qualidade de vida e longevidade”, explica a profissional.
   Proteínas, fibras e vitaminas são alguns dos nutrientes que não podem faltar no cardápio, e o principal, nada de exageros. “Precisamos fazer as escolhas corretas a cada refeição, como optar por pratos mais leves, com pouca gordura, variar nas saladas e evitar temperos, condimentos e frituras”.
   Ela ressalta que, no verão, a atenção deve ser dobrada. A exposição de alimentos ao calor favorece a proliferação de bactérias, tornando-os mais perecíveis. “Portanto, fique de olho naqueles à temperatura ambiente por muito tempo, e nunca consuma alimentos de procedência desconhecida, especialmente ovo, maionese, requeijão, queijos e leite”.
   Outra dica importante é sobre a hidratação, já que, devido ao suor, perdemos muito líquido e sais minerais. “Aumente a ingestão de bebidas como água de coco, chás gelados e sucos naturais. O gengibre e hortelã são ótimos para a digestão e podem ser usados também nos preparos”, recomenda.  

Acompanhamento nutricional
   Durante todo o ano, no HAC, os pacientes recebem orientações do serviço de Nutrição sobre alimentos que ajudam a amenizar sintomas, como os da quimioterapia e radioterapia, e os que devem ser evitados. Ana Elisa comenta que as particularidades de cada área são respeitadas e que a alimentação adequada tem papel imprescindível na recuperação. “O tratamento oncológico interfere na imunidade, por isso, são obrigatórios alguns cuidados além do convencional: os pacientes não devem consumir alimentos crus ou mal passados, refeições de ambulantes ou de procedência desconhecida. Também devem ficar atentos aos prazos de validade, integridade das embalagens e a correta higienização dos alimentos”.
   Sabe aquela história de que o prato deve ser bem colorido? A nutricionista reforça a orientação. “Diariamente, podemos consumir até três frutas diferentes, três tipos de verduras ou legumes (cozidos ou refogados) e uma porção de leguminosas (feijão, ervilha, lentilha). E claro, usar temperos naturais, como alho, cebola e açafrão, e preferir alimentos integrais, como aveia e germe de trigo”.

Medida Saudável
   Há quase dois anos, funcionários do HAC com hipertensão e diabetes também recebem acompanhamento gratuito da equipe através do programa Amaral Medida Saudável. Aproximadamente 150 já foram orientados e a maioria obteve ótimos resultados, como diminuição de doses de medicamentos para pressão e colesterol, e perda de peso. É o caso do auxiliar de digitalização, Leonardo Parra, que conseguiu eliminar 15 quilos.
   Sua mudança de hábitos começou na Semana da Nutrição, em 2017, quando foi sorteado para participar. “Estava com obesidade grau 1. Foi muito difícil superar vícios da minha rotina, mas as nutricionistas foram atenciosas e deram muito apoio. Hoje me sinto mais disposto, pratico exercícios e aprendi a controlar impulsos alimentares”, conta.
   De acordo com Ana Elisa, o acompanhamento profissional é importante. “Muitas pessoas são radicais, ficam sem comer ou se alimentam mal, e isso pode causar problemas graves de saúde. A reeducação alimentar é um processo longo, mas transformador e benéfico à saúde”, lembra.


No HAC, pacientes e funcionários recebem orientação de equipe especializada


As nutricionistas Poliana de Oliveira e Ana Elisa Brandão (coordenadora do serviço) 
 

Autor: Ariane Urbanetto