4/10/2016 - Diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil é abordado no Gente que Faz

   Na última quinta-feira (29), o Hospital Amaral Carvalho realizou mais uma edição do ciclo de palestras mensais Gente que Faz. O tema do encontro entre os colaboradores da instituição foi Pediatria: rotinas do setor, trabalho da equipe multiprofissional e principais sinais e sintomas do câncer infantojuvenil, como apoio à campanha Setembro Dourado, de conscientização sobre a doença e a importância do diagnóstico precoce.
   A enfermeira responsável pela Unidade de Internação e o Ambulatório de Pediatria, Jocyane Oliva Guerra, apresentou o assunto com delicadeza. “Infelizmente, o câncer é uma doença que pode se desenvolver em qualquer idade. Mas nessa faixa etária é preciso muita atenção, pois os sinais e sintomas podem ser confundidos com outras doenças comuns da infância”.
   O trabalho realizado requer integração entre os profissionais do Amaral Carvalho. “Além dos médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, contamos com suporte da Psicologia, Serviço Social, Nutrição, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Odontologia e das professoras da Classe Hospitalar para que os pacientes continuem  desenvolvendo atividades do cotidiano durante o tratamento e estejam preparados quando retornarem à rotina e convívio social”.
   Jocyane também apresentou o projeto de humanização da ala pediátrica Ursinho Elo e destacou o Programa Diagnóstico Precoce, promovido em parceria com o Instituto Ronald McDonald. “Aproximadamente 400 profissionais de Jaú e região foram capacitados para identificar crianças e adolescentes com suspeita de câncer e encaminhar ao especialista. Quanto antes houver a intervenção, maiores são as chances de cura”, afirmou.


Jocyane fala sobre o serviço de Pediatria aos colaboradores da instituição

Autor: Departamento de Comunicação e Marketing / Foto: Beatriz Milanez