17/06/2016 - Amigo do Amaral Carvalho é nomeado presidente dos Correios

   O ex-deputado Guilherme Campos Júnior, amigo do Hospital Amaral Carvalho (HAC), foi nomeado para a presidência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto que acaba de ser publicado no Diário Oficial da União (DOU).
   No mês passado, em sessão especial comemorativa dos 100 anos do Hospital Amaral Carvalho realizada no Plenário do Senado, em Brasília, Campos Júnior foi homenageado com a Medalha Mérito Parlamentar da Saúde, conferida aos parlamentares que apoiaram o HAC com emendas parlamentares em suas correspondentes candidaturas.
   A honraria Mérito Parlamentar da Saúde foi instituída para valorizar as boas práticas de preservação da vida no âmbito do Congresso Nacional, homenageando os representantes eleitos pelos brasileiros, comprometidos com a solução dos problemas da Saúde no Brasil.
   Em seu mandato como deputado federal, de 2007 a 2011, Campos Júnior destinou ao Amaral Carvalho, por meio de emendas, R$ 191 mil.
   Campos Júnior foi também vice-prefeito de Campinas, de 2005 e 2006, secretário municipal de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo, em 2005 e 2006, e é comerciante, sócio-proprietário da rede de lojas Casa Campos, de Campinas.

Laço
   Entre o Hospital Amaral Carvalho e os Correios já existe um laço de cordialidade. Em novembro de 2015, na ocasião do jantar comemorativo dos 100 anos do HAC, em Jaú, houve o lançamento do carimbo postal comemorativo e apresentação de selo personalizado alusivos aos 100 anos da instituição.

Sobre o Hospital Amaral Carvalho
O Hospital Amaral Carvalho (HAC) é a mais antiga fundação filantrópica privada de assistência à saúde do Brasil e também a primeira unidade hospitalar do interior paulista especializada em câncer. Em 2015 comemorou 100 anos de atividades.
Localizado em Jaú, o HAC é referência em transplante de medula óssea no Brasil, com quase 2.500 procedimentos realizados.
Com aproximadamente 300 leitos e cerca de 40 especialidades médicas, o hospital chega a atender por ano a 75 mil pacientes, para os quais realiza mais de 1 milhão de procedimentos oncológicos, incluindo radioterapia e quimioterapia.
Os pacientes vêm de todos os estados brasileiros à procura de tratamento, sobrevida e cura do câncer. Tudo de graça, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
A humanização e a assistência social fazem parte da conduta da Fundação Amaral Carvalho, mantenedora do hospital.

 

Autor: Juliana Parra