8/4/2016 - Mesa-redonda encerra evento de educação em saúde

   Terminou ontem (7) o 2º Simpósio de Educação em Saúde do Hospital Amaral Carvalho, promovido pelo Núcleo de Educação Continuada (NEC) da instituição. Desde segunda-feira, aproximadamente 500 pessoas participaram do evento alusivo ao Dia Mundial da Saúde (7 de abril) e o Dia Mundial de Combate ao Câncer (8 de abril).
   O encerramento foi com mesa-redonda sobre a visão multiprofissional dos cuidados com o paciente oncológico, integrada por representantes dos serviços de fisioterapia, enfermagem, nutrição, odontologia, assistência social, terapia ocupacional, psicologia e farmácia.
   Moderador do debate, o enfermeiro Alessandro Macedo Veiga destacou as atribuições da enfermagem e contou sobre o projeto em andamento, da Unidade de Internação Toracoabdominal como Enfermaria Modelo, onde os profissionais de enfermagem de todo o hospital irão receber orientações e treinamento. “Essa é mais uma iniciativa visando o bem-estar e qualidade no atendimento aos usuários”.
   A coordenadora de assistência social, Vanessa de Moraes, relacionou as atividades do setor que tem mais de 40 anos de atuação e falou sobre o foco no acesso ao tratamento e garantia dos direitos sociais e previdenciários dos pacientes. Também ressaltou a atuação multiprofissional. “Quando um doente não é atendido pela equipe toda, ele é quem perde”.
  Entre as atividades desenvolvidas pela Psicologia Clínica, a coordenadora do serviço, Viviane Clemente Totina, destacou o olhar do profissional para o paciente como um todo. “A parte biológica é cuidada pela equipe médica e de enfermagem. Nós ajudamos a pessoa no enfrentamento da doença, do ponto de vista emocional, para que tenha uma melhor adesão à terapêutica”, disse.
   Coordenadora da Terapia Ocupacional, Márcia Pengo apresentou o serviço criado em 1984, pioneiro na área de oncologia e explicou sua importância. “Quando uma pessoa adoece, tem uma ruptura com seu cotidiano. Nosso papel é trabalhar a nova rotina durante o tratamento, devolver o lado saudável do sujeito”.
   A manipulação de quimioterapias, a checagem das transcrições de medicamentos, concentração e avaliação de interações medicamentosas foram alguns dos pontos abordados pela coordenadora da Farmácia de Quimioterapia, Derli de Souza Lima. “A obrigação de preparar e observar as quimioterapias, é da equipe da farmácia, enquanto a enfermagem deve se preocupar com a assistência”.
   Responsável pela Nutrição Clínica, Ana Elisa Brandão afirmou que cada vez mais os médicos e profissionais de enfermagem têm compreendido a importância do aspecto nutricional do paciente. “Alimentação é tão importante quanto os medicamentos. Se estiver desnutrido, o doente poderá apresentar complicações durante o tratamento, talvez até prolongá-lo”, relatou.
   A qualidade da saúde bucal também é fator importante no processo terapêutico da oncologia, de acordo com a cirurgiã dentista Priscila Delamano De Bem. “Nossa equipe atua na parte cirúrgica de cabeça e pescoço, reabilitação com próteses de olhos, boca e nariz, e remoção dos focos de infecção na boca, que são portas para infecção sistêmica. Tiramos a dor do paciente e damos orientações sobre higienização, especialmente às crianças, na Pediatria, e acompanhantes”.  
   Maria Luiza Brandão, fisioterapeuta do Amaral Carvalho, contou que o serviço orienta e acompanha os pacientes que têm restrições físicas ou cardiopulmonares, por conta do câncer. “Buscamos sempre estimular os movimentos dos pacientes, de acordo com o estado de cada um”.
  “Além dos esclarecimentos, os profissionais do Hospital Amaral Carvalho esclareceram dúvidas dos ouvintes, compartilharam experiências e relembraram histórias. Foi muito interessante acompanhar um pouco desse extenso e intenso trabalho promovido em benefício do paciente com câncer e seus familiares”, conclui Alessandro. 


Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

  • Debate abordou a visão multiprofissional dos cuidados com pacientes oncológicos

    Debate abordou a visão multiprofissional dos cuidados com pacientes oncológ...

  • Vanessa de Moraes, coord. de assistência social

    Vanessa de Moraes, coord. de assistência social

  • A cirurgiã dentista Priscila Delamano De Bem

    A cirurgiã dentista Priscila Delamano De Bem

  • Maria Luísa Brandão, fisioterapeuta

    Maria Luísa Brandão, fisioterapeuta

  • A coordenadora de Terapia Ocupacional, Márcia Pengo

    A coordenadora de Terapia Ocupacional, Márcia Pengo

  • Viviane Clemente Totina, coord. de Psicologia Clínica

    Viviane Clemente Totina, coord. de Psicologia Clínica

  • Coordenadora de Nutrição Clínica, Ana Elisa Brandão

    Coordenadora de Nutrição Clínica, Ana Elisa Brandão

  • Derli de Souza Lima, coord. da Farmácia de Quimioterápicos

    Derli de Souza Lima, coord. da Farmácia de Quimioterápicos

  • Equipes dos Programas de Prevenção do Câncer de Mama, Ginecológico e Melanoma participaram todos os dias

    Equipes dos Programas de Prevenção do Câncer de Mama, Ginecológico e Mela...

  • A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos pra Transplante também orientou os participantes todos os dias do evento

    A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos pra Transplant...

Autor: Ariane Urbanetto