25/04/2012 - Pela segunda vez, Guaiçara e Sabino promovem leilão em benefício do Hospital Amaral Carvalho

   Há dez anos, a pequena Beatriz, filha do casal Elaine Cristina Gonçalves Pereira e Valdiberto Lousado Pereira, com apenas nove meses de idade foi diagnosticada com câncer. A família, que até hoje reside em Guaiçara, SP, começou a luta contra a doença e acompanhou o tratamento da pequena de perto no Hospital Amaral Carvalho (HAC) em Jahu – a aproximadamente 170 km de distância.
   Na época, o tio de Beatriz, Wellington Lousada Pereira, conhecido como Chico Carabina, percebeu que a instituição passava por dificuldades e fez uma promessa: se a sobrinha se curasse e permanecesse saudável após sete anos do tratamento, ele realizaria uma quermesse para arrecadar dinheiro para o HAC.
   Em 2011, vendo a saúde da garota em perfeitas condições, Chico procurou a direção do hospital para propor a realização da quermesse e de um leilão. Foi quando os diretores explicaram para o rapaz sobre o Circuito de Leilões da Federação Brasileira de Entidades de Combate ao Câncer (Febec) que realiza eventos em prol das ações de assistência social do HAC e sugeriram que sua cidade passasse a fazer parte dele. E foi assim que, nos dias 12 e 13 de fevereiro do ano passado, a família de Beatriz e moradores de Guaiçara, Sabino e região, realizaram o primeiro leilão do Circuito na cidade.
   Em abril deste ano, a comissão de festas “Juntos nós podemos mais” novamente se mobilizou na luta contra o câncer, promovendo dois eventos em prol do hospital: uma quermesse e o leilão de gado.

Fim de semana beneficente
   Os eventos tiveram apoio das prefeituras de Guaiçara e Sabino, além de patrocínio de comerciantes e pecuaristas da região. No sábado (21), ocorreu a quermesse com apresentação musical do grupo Tendência Caipira e da dupla Claudinho e Rose. No domingo (22), a festa teve continuação a partir das 10 horas com o Encontro Sertanejo (música ao vivo) e às 12 horas a chegada das comitivas e início do leilão. Churrasco, leitoa, frango assado e bebidas eram opções do cardápio.
   No domingo, algumas brincadeiras sugeridas pelo coordenador do Circuito de Leilões da Febec, Humberto Pavão, animaram o leilão: uma delas foi a do chapéu que circulou entre participantes para que contribuíssem com algum valor em dinheiro – a brincadeira rendeu mais de R$300. A outra foi a “farra do bode, onde o animal era entregue aos participantes que deveria pagar R$50 para passá-lo adiante. No final, a brincadeira rendeu R$1.700.

   Confira mais fotos no Flickr: http://migre.me/lIpYX
 

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

  • Ivo Pacheco com o amigo Adão Afonso Teixeira

    Ivo Pacheco com o amigo Adão Afonso Teixeira

  • Walter Maximilianao e Cleusa Nishino

    Walter Maximilianao e Cleusa Nishino

  • Eduardo Tadeu Guedes Piragino (dir. Operações da FAC), Wellinton Lousado Pereira, José antonio Barata de Almeida Bueno (dir. Planejamento e Controle FAC) e Ismael de Arruda Rocha (Febec)

    Eduardo Tadeu Guedes Piragino (dir. Operações da FAC), Wellinton Lousado Pe...

  • Henrique Castro, Elisabete Ferreira Mazzuco e Fernando Mazzuco

    Henrique Castro, Elisabete Ferreira Mazzuco e Fernando Mazzuco

  • Equipe Costa Leilões: Jair Roberto Costa, Bernadete Costa, Francisco Costa, Ana Laura Costa

    Equipe Costa Leilões: Jair Roberto Costa, Bernadete Costa, Francisco Costa, ...

Autor: Ariane Urbanetto