29/12/2015 - Hospital Amaral Carvalho tem destaque na Galileu

   Para diminuir os impactos ambientais relacionados à prestação de serviços de saúde, há mais de 10 anos o Hospital Amaral Carvalho se preocupa em realizar ações sustentáveis e preservar o meio ambiente. Neste mês, a instituição foi destaque em matéria no site da revista Galileu - editora Globo, sobre mudanças climáticas e os riscos à saúde.
   O Hospital foi citado como referência no Brasil, por conta das ações sustentáveis que desenvolve, como a adoção de medidas para aumentar sua eficiência e reduzir despesas com energia, com a instalação de aquecedores solares, equipamentos de lavanderia movidos a gás, entre outras.
Veja a matéria na íntegra: http://migre.me/syhFe.

Histórico
   Com atuação baseada na diminuição dos passivos ambientais gerais, o Hospital Amaral Carvalho promove a educação ambiental e orientações aos funcionários, voluntários, fornecedores e usuários dos serviços de saúde.
   Desde 2004, realiza logística reversa, coleta seletiva de materiais para venda como sucata e participa de programas internacionais de preservação do meio ambiente, como a Organização Não Governamental (ONG) “Saúde Sem Dano”, que possui mais de 4 mil hospitais associados no mundo, e o programa nacional “Hospitais Saudáveis”, que visa minimizar os impactos ambientais gerados pelo sistema de saúde.
   Com a criação do setor de Meio Ambiente, em 2013, tiveram início campanhas importantes, como a de arrecadação de óleo de cozinha usado, que visa o descarte correto do material.
   Em 2014, dois estudos integraram o programa Hospitais Saudáveis, apresentando investimentos sustentáveis aplicados na infraestrutura do Amaral Carvalho: um trabalho sobre a modernização das instalações elétricas e substituição de equipamentos e, o outro, sobre avanços na separação de materiais, com crescimento da coleta seletiva de seis toneladas, em 2008, para mais de 70 toneladas em 2014.
   Neste ano, o Hospital recebeu o prêmio Amigo do Meio Ambiente, da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, com o estudo sobre gestão dos resíduos de serviços de saúde do Hemonúcleo Regional de Jaú, selecionado entre 93 relatórios descritivos de diferentes organizações de saúde que integram o Sistema Único de Saúde (SUS). “Foi nosso primeiro prêmio na área, e muito importante, pois demonstra a preocupação do hospital com os impactos ambientais, além de valorizar o trabalho dos funcionários envolvidos”, ressaltou a coordenadora administrativa, Milena Meira Gonçalves.

 

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Autor: Ariane Urbanetto