9/11/2015 - Amaral Carvalho lança publicações com registros de câncer

    Nesta terça-feira (10), o Hospital Amaral Carvalho promove o lançamento de duas publicações sobre câncer: o Relatório Epidemiológico do Registro Hospitalar de Câncer (RHC), com dados de 2005 a 2012, e o Registro de Câncer de Base Populacional de Jahu, de 2010 a 2012. O evento será na instituição, para convidados, e objetiva destacar o importante papel desses registros para o monitoramento da doença. A atividade faz parte da agenda comemorativa do centenário do hospital.
   A segunda edição do Relatório Epidemiológico traz informações sobre pacientes atendidos no Amaral Carvalho, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2012, independente de sua procedência. O coordenador de registros, Donaldo Veneziano, explica que o levantamento mostra o tipo de câncer, tratamento recebido e evolução do caso. “Considerando os dados publicados no exemplar (referente a 1996 / 2004), temos o registro de mais de 80 mil novos casos em 17 anos”, relata.
   O relatório conta com artigos de médicos de diferentes especialidades do hospital, que contribuíram com suas experiências para a consolidação do RHC como fonte confiável, aliando a prática clínica com a epidemiologia.
   No Registro de Câncer de Base Populacional de Jahu constam informações sobre todos os casos confirmados da doença em pessoas residentes na cidade, não só pacientes do Hospital Amaral Carvalho, mas da Santa Casa de Jaú, de consultórios particulares, laboratórios de anatomia patológica e atendidos pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica do município. A publicação chega à terceira edição, com dados provenientes do registro implantado por meio de convênio de cooperação entre o Amaral Carvalho e a Prefeitura Municipal de Jahu. “Esse registro tem grande importância no planejamento e administração da saúde pública na área oncológica, pois os subsídios permitem a avaliação do cenário da doença na população local”.

Estimativas
   O coordenador afirma que os apontamentos permitem a obtenção de estimativas sobre diferentes tipos de câncer, como incidência, sobrevida e mortalidade. “Além disso, são importantes instrumentos de apoio às políticas públicas de atenção oncológica”.
   As informações provenientes dos Registros Hospitalares de Câncer, de acordo com Donaldo, são utilizadas no aprimoramento da assistência prestada a pacientes com neoplasias malignas, traçando o perfil dos mesmos e apontando os recursos de diagnóstico, tratamento e acompanhamento da doença.
   O Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Câncer (Inca), é o principal articulador na implantação e suporte aos RHCs do País. No Estado paulista, a Fundação Oncocentro de São Paulo (Fosp), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde, coordena esses serviços instalados em instituições que tratam pacientes com diagnóstico oncológico pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


Amanhã será o lançamento das publicações com registros sobre câncer. Atividade
faz parte das atividades em comemoração ao centenário do Amaral Carvalho

Serviço
Lançamento “Relatório Epidemiológico do Registro Hospitalar de Câncer – 2005 / 2012” e “Registro de Câncer de Base Populacional de Jahu – 2010 / 2012”

Dia 10 de novembro, às 15h
Rua Victor Burjato, 150 – Sala de Conforto dos funcionários.
Confirmar presença pelo telefone (14) 3602-1216.

 

Autor: Ariane Urbanetto / Foto: Ana Candelaria