13/10/2015 - Autoexame deve ser hábito

Mais importante que o diagnóstico do câncer de mama é a sua prevenção. Praticar atividade física regular para manter o peso, não fumar, evitar bebidas alcoólicas e não realizar terapia de reposição hormonal na menopausa sem a orientação médica são as principais medidas para se evitar a doença, que pode ser desenvolvida por fatores genéticos principalmente em parentes de primeiro grau de pessoas diagnosticadas com a doença.

A aposentada Cleide Aparecida de Moura, 56 anos, descobriu a patologia há 12 anos. Na última semana, recebeu alta do Hospital Amaral Carvalho (HAC), em Jaú. Ela descobriu nódulo no seio após autoexame e, apesar de não ser alertada pelo ginecologista sobre a gravidade da doença, ela persistiu com outro médico para descobrir o que, de fato, tinha.

Caso semelhante ocorreu com a aposentada Maria Augusta da Palma Moreira, 51 anos. Ela estava com nódulo na mama e o ginecologista com o qual se consultou em sua cidade (Ribeirão do Sul) não a alertou sobre o problema. “Fiquei tranquila, porém, após três meses senti que o nódulo estava maior, então voltei no médico, que pediu novos exames e me encaminhou para o Amaral Carvalho”, comenta.

Ambas não têm histórico familiar e buscam alertar outras pessoas de suas cidades sobre a importância do autoexame e de procurar médicos especializados na área - mastologistas. (ACM)

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Fonte: Jornal Comércio do Jahu

URL: http://migre.me/rNSOo