19/9/2015 - Prevenção do HPV é tema de ação de alunos do Estado

Assim como outras doenças, a prevenção é o melhor remédio contra o papilomavírus humano (HPV), cuja segunda dose da vacina é aplicada a partir de segunda-feira, nas escolas municipais, estaduais e particulares de Jaú, além das unidades básicas de saúde (UBS). Ciente sobre a importância do assunto, alunos da Escola Estadual Professor Dr. Benedicto Montenegro promoveram ação de conscientização com os estudantes nesta semana.

Alex Luiz da Rocha, Antônio Henrique Valenzola, Thiago Felipe de Oliveira, Lincon dos Santos Silva e Wagner Gabriel do Carmo – todos de 17 anos – criaram palestra animada para chamar a atenção dos alunos sobre o HPV e a prevenção do câncer de colo de útero. Com uso de instrumentos de fanfarra, os meninos despertam a curiosidade sobre o tema para os colegas. 

O Projeto Prevenção o Ano Todo não Termina Aqui faz parte de campanha desenvolvida pelo Hospital Amaral Carvalho (HAC) em parceria com as escolas municipais, estaduais e particulares de Jaú para a prevenção do câncer de colo do útero.

“Nós recebemos essa orientação e buscamos sensibilizar as crianças sobre o assunto. Nossos estudantes planejaram a apresentação para abranger todos os alunos da escola e promover o conhecimento”, explica a professora de ciências e biologia Marluci Turquiai Goulart. 

Ao término da exibição feita pelos alunos do 3º ano do ensino médio, dúvidas podem ser colocadas em caixa, que posteriormente serão debatidas em sala de aula. Alex Luiz explica que vem trabalhando o tema com os professores há algum tempo e que a apresentação desperta a curiosidade dos amigos e colegas. “A ideia de ser feita por meninos é inusitada, mas serve como um chamariz para as garotas prestarem atenção no fato de que nós, garotos, também nos preocupamos com o HPV”, comenta.

Treinamento

A enfermeira do Programa de Prevenção do Câncer Ginecológico do HAC Ana Marta Bonilha Prado Auler explica que a ação feita pelos alunos faz parte do Projeto Futuro sem Câncer da instituição, que é realizado a cada três anos. A ideia é desenvolver e disseminar com os estudantes a prevenção do câncer do colo de útero, do HPV e a importância da vacina.

Promovida em todas as escolas de Jaú, ela acredita que o impacto do projeto é positivo. “Teve até mães que foram nos procurar porque o filho perguntou se elas estavam em dia com o exame do papanicolaou”, comenta.

A estudante Gabrieli Rossi, 12 anos, acredita que a ideia dos cinco colegas do ensino médio é satisfatória, porque muitas meninas não sabem a importância da vacina do HPV e do quanto ela pode ser útil no futuro para prevenção do câncer. Por outro lado, Giovanna Fernanda Manserra, 13 anos, pede que a doença seja mais divulgada pela mídia, porque poderia salvar mais vidas.

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Fonte: Jornal Comércio do Jahu

URL: http://migre.me/rEhgz