28/7/2015 - Hospital Amaral Carvalho é beneficiário de títulos de capitalização do interior paulista

Maria Dair de Melo, 56 anos, é paciente do Hospital Amaral Carvalho (HAC). Ela mora em Ourinhos, a 170 km de Jaú, SP, onde está localizado o hospital que é referência em tratamento de câncer. Se não fosse pelas Casas de Apoio mantidas pela instituição, Maria teria que percorrer esse trajeto diariamente, a cada sessão de quimioterapia, radioterapia ou para a realização de procedimentos, o que tornaria o processo mais difícil.
   Nas unidades de apoio, a ourinhense e outras centenas de pessoas são acolhidas durante o tratamento ambulatorial — quando não estão internadas — por intermédio do serviço de Assistência Social. Recebem hospedagem e cinco refeições diárias gratuitamente, além da atenção às suas necessidade no período terapêutico.
   Desde fevereiro, quem adquire os títulos de capitalização Hiper Saúde (Bauru e região), SP Cap (Presidente Prudente e região) ou Hiper Saúde  (Ribeirão Preto e região), ajuda o Hospital do Câncer de Jaú a manter as estruturas de apoio a essas pessoas.
   Neste ano, o HAC celebra seu centenário e comemora o benefício: a cada sorteio dos títulos de capitalização, no ato da compra, o titular cede automaticamente o direito de resgate ao Hospital Amaral Carvalho.
   A parceria teve iniciativa da Invest Capitalização (Investcap), responsável pela emissão dos títulos que têm aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep).
   Em abril, o HAC recebeu o primeiro repasse de verba, de acordo com o diretor Financeiro, José Antonio Barata de Almeida Bueno. “O valor destinado ao hospital complementa o custeio das atividades, prioritariamente as ações de assistência social”, relata.
   A entidade  oferece atendimento humanizado e de qualidade aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). “O apoio aos doentes e a força do trabalho voluntário têm destaque na história do hospital e fazem a diferença no tratamento oncológico. Essas ações são viabilizadas por meio de doações, por isso, a contribuição com os repasses dos títulos é de extrema importância”, explica o diretor.
   Há pouco mais de um mês, Maria fica hospedada em uma das casas de apoio de segunda a sexta-feira e retorna ao seu lar nos finais de semana para renovar as energias ao lado da família. “Não teria como arcar com os custos das viagens, pedágio, combustível e ainda me manter longe da minha cidade. Aqui me sinto acolhida. Além disso, a equipe é excelente”, completa.

Galeria de imagens e vídeosclique na imagem para ampliar

Fonte: Site Jaú Mais

URL: http://migre.me/rleeX